Seguidores

domingo, 2 de julho de 2017

Polícia Federal prende ‘barão das drogas’ procurado pela Interpol na América do Sul

Foto: Divulgação


A Polícia Federal (PF) prendeu, neste sábado (1º), em Sorriso (MT), Luiz Carlos da Rocha, conhecido como Cabeça Branca e considerado pela corporação um dos “barões das drogas” no Brasil. Um dos narcotraficantes mais procurados pela PF e Interpol na América do Sul há mais de 30 anos, ele já tem condenações proferidas pela Justiça Federal que somam mais de 50 anos de prisão. A captura se deu através da Operação Spectrum, deflagrada pela PF com o objetivo desarticular uma organização criminosa especializada em tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro, comandada pelo próprio Cabeça Branca, que após realizar diversas cirurgias plásticas faciais, utilizava a identidade falsa de Vitor Luiz de Moraes. Além do chefe da quadrilha, também foi preso Wilson Roncarati, que é considerado pela PF o braço direito de Cabeça Branca. Durante a operação que contou com um efetivo de 150 policiais, foram cumpridos 24 mandados judiciais, sendo duas de prisão preventiva, nove de busca e apreensão em imóveis, 10 de busca e apreensão de veículos e três de conduções coercitivas nas cidades de Londrina (PR), Araraquara (SP), Cotia (SP), Embu das Artes (SP), São Paulo (SP) e Sorriso (MT). As ordens judiciais foram expedidas pela 23ª Vara Federal de Curitiba (PR). Derivado do latim, o nome da operação tem o significado na língua portuguesa de espectro ou fantasma, isso porque, segundo a PF, "o criminoso vivia discretamente e nas sombras, reconhecido no meio policial pela experiência internacional, transcontinental e com larga rede ilegal de relacionamentos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.