Seguidores

domingo, 20 de novembro de 2016

Após queda de helicóptero, polícia faz operação na Cidade de Deus, Rio

Ação foi determinada pela cúpula de segurança do estado.
Quatro policiais militares morreram na queda da aeronave.

Daniel Silveira e Alessandro Ferreira 
Do G1 Rio

Pelo menos três pessoas foram presas e outra ficou ferida na madrugada deste domingo (20) durante uma operação na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio. A ação policial teve início nas primeiras horas do dia e foi determinada após a queda de um helicóptero da Polícia Militar que participava de uma operação na comunidade no sábado. Os quatro policiais que ocupavam a aeronave morreram no acidente. Além dos presos - um homem com armas, um com trouxinhas de maconha e outro com um rádiotransmissor - outros três foram levados para a delegacia para averiguações.
Imagens áereas feitas pelo GloboCop mostram policiais em vários pontos da comunidade na manhã deste domingo, com apoio de um veículo blindado, e uma barricada em chamas. O policiamento estava reforçado também nos acessos à comunidade durante a manhã. Na entrada pela Estrada do Cabinal nem moradores entravam de carro e, os que saíam, tinham os veículos revistados. A opção era dar a volta pela Edgar Werneck.
Segundo o secretário de Segurança, Roberto Sá, a operação na Cidade de Deus será por tempo indeterminado.
Acesso à Cidade de Deus pela Estrada do Gabinau é fechado durante operação da PM (Foto: Alessandro Ferreira/G1)Acesso à Cidade de Deus pela Estrada do Gabinau é fechado durante operação da PM (Foto: Alessandro Ferreira/G1)

Durante a operação, de madrugada, foram apreendidos três fuzis e duas pistolas, com um suspeito. Outro homem que estava com um rádiotransmissor também foi preso. Ele e o material apreendido foram encaminhados para a 32ª DP (Taquara). De manhã, ou tro homem foi preso em flagrante com trouxinhas de maconha na localidade conhecida como Conjunto Itamar Franco e foi encaminhado para a mesma DP. Ele tem passagens por porte ilegal de arma e associação ao tráfico. Por volta das 10h, a GloboNews também fez imagens de três pessoas sendo conduzidos à DP, mas não ficou claro se entre eles estão o preso com as armas, o com a maconha e o homem com o rádiotransmissor. Até o começo da manhã, não havia informações sobre a pessoa ferida durante a operação policial. 
Participavam da operação, liderada pelo Comando de Operações Especializadas (COE), homens de diversos batalhões da PM. A ação foi determinada durante reunião emergencial, realizada na noite de sábado no Centro Integrado de Comando e Controle, da Secretaria de Segurança Pública com a cúpula da PM e a chefia da Polícia Civil.
O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que, por volta das 9h40,  a Est. Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes estava interditada, em ambos os sentidos, devido a operação policial, entre a Rua Antonieta Campos da Paz e a Rua Edgard Werneck. A Rua Edgard Werneck também estava interditada em ambos os sentidos, entre a Estrada Marechal Migual Salazar Mendes de Moraes e a Rua Suzano. Estrada dos Bandeirantes, Estrada do Gabinal e Linha Amarela eram opções. 
Pms fazem operação na Cidade de Deus (Foto: Reprodução/TV Globo) 
Pms fazem operação na Cidade de Deus (Foto: Reprodução/TV Globo)

Imagem aérea mostra barricada em chamas na Cidade de Deus (Foto: Reprodução/TV Globo)Imagem aérea mostra barricada em chamas na Cidade de Deus (Foto: Reprodução/TV Globo)

Helicóptero da PM do Rio cai e quatro policiais morrem (JN) (Foto: Globo)Helicóptero da PM do Rio cai e quatro policiais morrem (JN) (Foto: Globo)
As investigações sobre a queda do helicóptero serão intensificadas neste domingo. Conforme informou a GloboNews, a suspeita inicial é de que a aeronave tenha sofrido uma pane enquanto sobrevoava a Cidade de Deus. No entanto, a possibilidade de que criminosos a tenham atacado não está descartada. Desde o começo do sábado acontecia uma intensa operação policial na comunidade e o helicóptero era usado em apoio a essa ação.
Quatro policiais mortos
Os corpos dos quatro policiais mortos chegaram por volta das 0h30 ao Instituto Médico-Legal, no Centro do Rio. Identificados como Major Rogério Melo Costa, de 36 anos, capitão William de Freitas Schorcht, 37, subtenente Camilo Barbosa Carvalho, 39, e sargento Rogério Felix Rainha,39, eles morreram na hora com a queda do helicóptero.
A queda ocorreu no começo da Avenida Ayrton Senna, perto do acesso à Linha Amarela. A aeronave participava de uma ação do Comando de Operações Especiais (COE) da PM em apoio à Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local. Desde o começo do sábado, a Cidade de Deus foi palco de intensos tiroteios entre criminosos e os policiais da UPP.

O momento em que o helicóptero começa a perder força foi filmada por pessoas que estavam nas proximidades. O coordenador de Comunicação Social da Polícia Militar, Major Ivan Blaz, disse no sábado que "tudo indica que o helicóptero fez um pouso forçado".

A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) foi ao local para apurar as circunstâncias da queda da aeronave.
Helicóptero da PM cai no Rio (Foto: G1)

 
Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/11/apos-queda-de-helicoptero-policia-faz-operacao-na-cidade-de-deus-rio.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.