Seguidores

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Em Jucurutu/RN, vereadores aumentam salários em 77%

Câmara Municipal de Jucurutu aprovou reajuste na última terça (28/06).
Salário passa de R$ 3.500 para R$ 6.200 na legislatura de 2017 a 2020.

Fernanda Zauli

Sessão que aprovou reajuste de 77% no salário dos vereadores de Jucurutu aconteceu na última terça (28) (Foto: Emanuella Galvão)Sessão que aprovou reajuste de 77% no salário dos vereadores de Jucurutu aconteceu na última terça (28) (Foto: Emanuella Galvão)
 
Os vereadores de Jucurutu, cidade da região Seridó do Rio Grande do Norte, aprovaram um aumento de 77% nos salários para a legislatura de 2017 a 2020. Atualmente, o salário de um vereador em Jucurutu é de R$ 3.500. Com o reajuste, o valor passa para R$ 6.200. A votação aconteceu na sessão realizada na terça-feira, 28 de junho. Também foram aprovados reajustes dos salários do prefeito, vice-prefeito e de secretários municipais.
O aumento de 77% foi proposto pela Mesa Diretora da Câmara. Dos onze vereadores, sete votaram a favor do aumento, dois contra e outros dois não compareceram à sessão. A Câmara Municipal de Jucurutu tem uma sessão por semana, realizada sempre às terças-feiras. Jucurutu tem 18.450 habitantes, segundo estimativa do IBGE de 2015.
O presidente da Casa, vereador Rubinho Alves (PMDB), justificou que o aumento é para "compensar" o cancelamento de uma verba indenizatória de R$ 2.500 por recomendação do Tribunal de Contas do Estado.
"Um município que não tem merenda escolar, não está pagando o transporte escolar, está com o pagamento de fornecedores atrasados, falta o básico para o município funcionar, e os vereadores aumentam o próprio salário em quase 100%. Isso é um absurdo", disse o vereador Marcio Soares (PR), um dos que votaram contra o reajuste. Ele chegou a apresentar uma emenda para reduzir os salários em 30%, mas a emenda não foi aprovada.
Os salários do prefeito e vice vão subir 30% e dos secretários municipais 30%. O prefeito que atualmente recebe R$ 12 mil vai receber R$ 15.600 por mês. O atual prefeito George Queiroz (PMDB) admitiu a dificuldade financeira do município, mas disse que concorda com o reajuste já que, segundo ele, desde 2008 o cargo não tem aumento.

Do G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.