Seguidores

terça-feira, 21 de junho de 2016

Senado norte-americano rejeita propostas para controle de armas

Senadores dos Estados Unidos não chegaram a um consenso nesta segunda-feira (20) sobre votação de quatro propostas para aumentar o controle sobre a venda de armas no país. As medidas abrangiam a verificação dos antecedentes dos compradores e a proibição de venda de armas para pessoas observadas pelas autoridades policiais norte-americanas.
armasO tema voltou ao debate nacional após o massacre em uma boate em Orlando, há nove dias, que terminou com a morte de 50 pessoas e 52 feridos. O Partido Democrata apresentou duas propostas e o Republicano, também duas, com sugestões de restrições mais rígidas para o uso de armas de fogo.
Para que as propostas fossem apreciadas pelo Senado, precisariam de ter obtido 60 votos favoráveis. A mais votada, que tinha respaldo do senador republicano Charles Grassley, teve 53 votos. A segunda mais votada foi a do democrata Chris Murphy, que conquistou 44 votos.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.