Seguidores

domingo, 17 de abril de 2016

A equipe da Homicídios esclarece a autoria de três crimes em Mossoró

A Delegacia Especializada em Homicídios de Mossoró “Dehom” divulgou na tarde de hoje, 15 de abril, os nomes dos principais suspeitos de envolvimento na morte de três pessoas nos meses de dezembro de 2015 e janeiro de 2016, na cidade de Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. 

Segundo a Delegada Liana Aragão, responsável pelas investigações, Gersony Gonzaga de Assis, de 35 anos de idade, Vitor Hugo da Silva Venceslau de 17, e Francisco Ferreira Viana, “Chiquinho” de 37 anos, foram mortos em crimes envolvendo tráfico de drogas no bairro Paredões. 

Principais envolvidos, segundo a polícia:


Diego de Souza Pontes, "Diego Tardelly” "sem camisa tatuado" 23 anos de idade, é acusado de homicídio, responde por porte ilegal de arma de fogo, furto qualificado e tráfico de drogas. Ele está preso na Cadeia Pública Juiz Manoel Onofre de Souza. 

Paulo Vitor Cortez de Oliveira, "camisa branca" de 19, é acusado de envolvimento na morte de Gersony Gonzaga de Assis, segundo a polícia. Ele está preso na Cadeia Pública Juiz Manoel Onofre de Souza - "camisa branca". 

Francisco de Assis Diego da Silva, “Diego de Boneca” "camisa preta" de 24 anos, está com prisão preventiva decretada pela Justiça, mas continua foragido - "camisa preta". 

Manoel Horácio do Nascimento Neto, "sem camisa" de 18 anos de idade, morador do bairro Paredões, foi morto em troca de tiros com a policia 

Os crimes: 

Gersony Gonzaga de Assis, 35 anos de idade, morador da cidade de Areia Branca, foi encontrado morto com as mãos amarradas para trás, próximo a Unidade de Saúde do bairro Barrocas, na Rua Marechal Floriano, na madrugada do dia 06 de dezembro do ano passado. 

O adolescente Victor Hugo da Silva Venceslau, de apenas 17 anos de idade, morador da Ilha de Santa Luzia, foi baleado próximo ao Museu Municipal no centro da cidade e morreu no Hospital Tarcísio Maia, no dia 15 de janeiro passado.

Francisco Ferreira Viana, “Chiquinho” de 37 anos de idade, foi morto na calçada de sua casa na Rua Anatália de Melo Alves no bairro Paredões, no dia 16 de janeiro de 2016.

Fonte: O Câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.