Seguidores

sexta-feira, 11 de março de 2016

Crispiniano é proibido de ir à manifestação e deve se apresentar à PM no domingo

A decisão é embasada em uma série de textos postados por Crispiniano em seu Twitter no último domingo
Devido às postagens polêmicas do presidente da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto, relacionadas à imprensa e aos manifestantes em favor ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) no próximo domingo, a Justiça tomou uma medida preventiva.
Atendendo ao pedido da promotora Flávia Felícia, do Juizado Especial Criminal, o juiz Agenor Fernandes emitiu sentença proibindo Joaquim Crispiniano Neto de participar da manifestação e obrigando-o a se apresentar no Comando da Polícia Militar no domingo (13).
A decisão é embasada em uma série de textos postados por Crispiniano em seu Twitter no último domingo. Em um deles, o presidente da FJA incitou militantes a queimarem carros de imprensa.
A postura de Crispiniano foi repudiada pelos Sindicatos dos Jornalistas Profissionais e das Empresas de Comunicação, além dos movimentos de rua e das entidades empresariais.
A manifestação contra Dilma está prevista para iniciar às 15 horas, no entorno da praça cívica, em Petrópolis.


*Portal no Ar/ Umarizal News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.