Seguidores

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Setor automotivo perde 108.643 vagas de emprego no Brasil em 2015

Foto: Comunicação Volkswagen do Brasil

O setor automotivo no Brasil perdeu 108.643 vagas de emprego em 2015. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apresentados pelo G1, apesar das 589.499 contratações, houve 698.142 desligamentos no ano passado. Os números correspondem a nove diferentes grupos de empresas do setor: fabricantes de carros; fabricantes de caminhões e ônibus; fabricantes de cabines, carrocerias e reboques; de peças e acessórios; empresas de recondicionamento e recuperação de motores; de manutenção e reparação de veículos; concessionárias e lojas de veículos usados; comércio de peças de reposição e acessórios; e postos de combustíveis. O estado que mais perdeu empregos foi São Paulo, com 45.370 vagas fechadas, seguido de Minas Gerais (-18.682), Rio Grande do Sul (-11.962), Paraná (-9.991) e Rio de Janeiro (-5.726). Em janeiro, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) anunciou que houve queda de 26,55% na venda de veículos no ano passado. Este foi o terceiro ano consecutivo de retração.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.