Seguidores

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

HOMICÍDIO: NETO DE XANDU FOI MORTO EM MOSSORÓ.



A Central de Operações da Polícia Militar, registrou na noite desta quinta feira 11 de fevereiro de 2016, mais um crime de homicídio em Mossoró, região do Oeste Potiguar. 
O crime aconteceu por volta das 20h20min na rua José Malaquias na Favela do Fio, onde a pessoa de José Pedro Neto, de 53 anos de idade, pedreiro, natural de Mossoró, foi assassinado com dois tiros na região da cabeça e pesco.
Neto Pimpão como era mais conhecido foi morto dentro de casa e segundo a perícia criminal, a porta da residência foi arrombada pelos criminosos, que fugiram após atirar na vítima e não foram identificados.
Moradores ouviram cerca de 05 disparos, mas a vítima foi atingida com dois, no pescoço e na cabeça e morreu próximo a porta da residência. A perícia encontrou sinais de arrombamento na porta da frente da casa, onde Neto morava de aluguel. 
Populares informaram a policia que “Neto Pimpão” era aposentado, havia recebido cerca de 10 mil reais e estava com uma viagem marcada para São Paulo, mas também emprestava dinheiro a juros. Os vizinhos informaram que a vítima era uma pessoa tranquila.
A Motivação do crime ainda é desconhecida da Polícia Civil, que esteve no local, e fez os primeiros levantamentos para dar início aos trabalhos de investigação. 
O corpo do pedreiro foi removido após a perícia para a sede do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. Com o registro de mais um homicídio, Mossoró passa a contabilizar 31 assassinatos neste ano de 2016.
          


Fonte: Fim da Linha e o Câmera com alterações  do blog Martins em pauta.


 NOTA DO BLOG MARTINS EM PAUTA

Neto de Xandu como era conhecido, morou muitos anos em Martins/RN e pelo que conhecemos era uma pessoa tranquila e não gostava de envolvimento com confusão. 

Sempre nos finais de semana organizava Bingos na Rua das pedras em frente ao bar de Antonio Preto, também vendia Bolões em em partidas decisivas de  futebol, organizava rifas e também trabalhava como marchante vendendo carne por encomenda a pessoas conhecidas na cidade. Nos últimos meses estava morando em Mossoró onde trabalhava como pedreiro. 
Nossos sentimentos a família enlutada
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.