Seguidores

sábado, 2 de janeiro de 2016

Governo facilita regra para empréstimo rural

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou em reunião extraordinária, uma medida que cria um fator de ponderação para estimular o crédito dos bancos com recursos da poupança rural. As instituições financeiras têm a obrigação emprestar 74% do volume aplicado nessa caderneta aos agricultores e que o governo descobriu que tem um excedente de R$ 12 bilhões.
Essa medida visa estimular R$ 10 bilhões dos R$ 12 bilhões do volume extra que está depositado na poupança rural, de acordo com o coordenador de crédito rural da Secretaria de Política Econômica, Francisco Erismá Oliveira Albuquerque. Com esse novo fator multiplicador de 1,80, a cada R$ 100 que o banco emprestar para o produtor rural, o governo considerará R$ 180 no cumprimento da meta de elegibilidade. “Isso permitirá que o governo deixe equalizar uma parte dos incentivos para os bancos, o que provocará uma economia de R$ 815 milhões no primeiro semestre de 2016”, disse Albuquerque. Segundo ele, essa economia será abatida das despesas previstas no Orçamento do ano que vem. “Isso reduz a previsão de gasto para 2016 e é isso que o governo está fazendo”, disse.

Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.