Seguidores

sábado, 23 de janeiro de 2016

Dilma diz que está 'estarrecida' com previsões do FMI para economia brasileira

Foto: José Cruz/Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira (22) que ficou "estarrecida" com a piora das previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) para a economia brasileira. Durante reunião do Diretório Nacional do PDT, em Brasília, ela garantiu que o país voltará a crescer. Nesta semana, o órgão divulgou relatório com previsões para a economia global. No caso do Brasil, a entidade aumentou, de 1% para 3,5%, a estimativa de queda do Produto Interno Bruto (PIB). “Estou estarrecida com o relatório do Fundo Monetário Internacional, a gente sabe que o fundo fala muita coisa”, afirmou. Segundo Dilma, o relatório não atribuiu a situação crítica do Brasil à economia. “Eram dois fatores: a duração da instabilidade política e o fato de as investigações contra a Petrobras terem um prazo de duração maior e mais profundo que eles esperavam. Estes seriam os principais fatores responsáveis pelo fato de eles terem de rever a posição em relação ao crescimento do Brasil”, explicou. De acordo com a Agência Brasil, Dilma afirmou que os investimentos voltarão ao país e o Brasil retomará o crescimento. “Temos todos os fundamentos sólidos para isso”, garantiu, ao acrescentar que o processo de inclusão social não será interrompido e que educação continuará sendo a questão central de sua gestão.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.