Seguidores

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

A união faz repasse extra para as prefeituras



É um fato inegável que os municípios brasileiros não estão vivenciando um bom período no que se refere ao repasse de recursos federais. Todavia, a situação momentaneamente adversa vem sendo utilizada como um verdadeiro "cavalo de batalha" por parte dos prefeitos que não conseguem decolar administrativamente e, espertamente, recorrem ao discurso lamurioso da crise para procrastinar o pagamento de fornecedores e, consequentemente, ganhar tempo junto à opinião pública.


Neste mês, por exemplo, muitos gestores já começaram a divulgar, de forma alarmante, através de suas assessorias de comunicação, que o 1º decêndio de dezembro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) sofreu uma queda considerável, como se fosse um prenúncio ou justificativa para o descumprimento de compromissos financeiros, haja vista o cenário de extremo negativismo propagado.


Todavia, curiosamente, nada foi divulgado à população quanto ao recebimento do 'repasse extra" efetuado pela União, nesta quarta-feira (09), referente a 1% da arrecadação do IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) e Imposto de Renda. 


O valor é repassado desde a aprovação da Emenda Constitucional de nº 55 de 2007. Neste ano, o montante ultrapassou os R$ 3,5 bilhões (exatos R$ 3.505.090.357,74), cerca de 4% maior do que no ano passado (AQUI).
 
Fonte: Política Pauferrense/ Jornal A Tromba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.