Seguidores

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Relator da nova lei do esporte, Rogério confirma desproporção na distribuição de recursos para clubes de futebol


Relator da comissão especial que analisa a reformulação da legislação do esporte na Câmara, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), afirmou que o futebol não está subfinanciado no Brasil. Para ele, o que ainda persiste é uma desproporção entre o que os clubes recebem, principalmente na série B, onde a diferença chega a ser 12 vezes maior. 

A distribuição desigual dos recursos provenientes de transmissão e direitos de imagem dos campeonatos de futebol para a televisão foram debatidas pela comissão. O debate, que reuniu representantes de clubes, emissoras e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), foi solicitado pelo próprio relator do colegiado, deputado Rogério Marinho. 

“A nossa expectativa é ter o cuidado de não sermos intervencionistas em excesso, porque não nos cabe nos imiscuir numa relação entre entes privados, como os clubes de futebol e as emissoras de televisão, mas nos cabe fazer o equilíbrio do processo. Se há distorção, isso precisa ser dirimido.”

Via: Raniele Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.