Seguidores

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Prefeito de Mossoró anuncia corte no próprio salário

Pela segunda vez, só neste ano, o gestor anunciou medidas de contenção de gastos
O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, anunciou ontem que cortará seu próprio salário e autorizou que o vice-prefeito e os secretários façam o mesmo. O gestor quer que a sua equipe dê o exemplo e renuncie, por conta própria, a pelo menos 10% do seu salário. Tudo isso motivado pela grave crise que se agrava de maneira assustadora nos municípios.

Pela segunda vez, só neste ano, o gestor mossoroense anunciou medidas de contenção de gastos em toda a estrutura do município. A meta é diminuir R$ 4,5 milhões em despesas até novembro e assegurar a folha de pagamento e a continuidade dos serviços essenciais.

Para isso, além dos salários, cortará plantões e aulas excedentes, cargos comissionados e contratos com empresas terceirizadas. Também fará a revisão de contratos e custeio das secretarias municipais com energia, telefone, combustível e material de expediente.

Também foi anunciada a criação da Central de Controle Veicular para regulação unificada dos veículos institucionais e a implantação do Almoxarifado Central. Tudo para controlar cada centavo gasto na gestão.



Perdas.

Mensalmente, a Prefeitura de Mossoró está deixando de receber de FPM, royalties do petróleo e outros repasses, mais de R$ 8 milhões. No acumulado até setembro, a administração deixou de receber mais de R$ 76 milhões. A expectativa é que haja uma redução de R$ 102 milhões no orçamento de 2015.

A queda nos repasses dos royalties é grande. O município esperava receber R$ 46 milhões, receberá, no acumulado do ano, R$ 26 milhões, isso se não houver mais quedas. Diante deste quadro, não resta, para o prefeito de Mossoró, outra alternativa se não cortar na própria carne e rezar para que o quadro melhore.
 
Via: O Mural de Riacho da Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.