Seguidores

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Correios informam que concurso previsto foi suspenso.

Agência dos Correios Perdizes
(Foto: Raphael Rios/G1)

Os Correios informaram que, por determinação do Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (DEST), do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, foi suspensa temporariamente a realização de concurso público que estava previsto para este ano.

"O cancelamento do certame não afeta a qualidade e a eficiência operacional, uma vez que desde 2011 o efetivo da empresa foi aumentado em 13 mil novas vagas. Com isso, os Correios passaram de 107 mil trabalhadores em 2010 para os 120 mil atuais", informou os Correios, por meio de sua assessoria de imprensa.

O concurso dos Correios era um dos mais esperados do ano, por oferecer cargos de nível médio de escolaridade.

O cancelamento se dá após anúncio em setembro da suspensão de concursos na esfera federal pelo governo. Foram anunciadas medidas fiscais de R$ 64,9 bilhões para garantir a meta de superávit primário de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016. Segundo o governo, a suspensão de concursos públicos para os três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) implicará redução de R$ 1,5 bilhão.

Cargos e vagas

A seleção iria oferecer cerca de 2 mil vagas e formação de cadastro de reserva para o cargo de agente de Correios, nas atividades de carteiro e operador de triagem e transbordo (OTT), que exigem nível médio.

As oportunidades seriam para os estados de Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal.

O salário inicial para os operadores de triagem e transbordo, somado à gratificação (GIP), chega a R$ 1.284. No caso dos carteiros, soma-se ainda o adicional de distribuição, elevando a remuneração para R$ 1.620,50.


Marta Cavallini
Do G1, em São Paulo/ Ideias e Fatos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.