Seguidores

sábado, 10 de outubro de 2015

Alterações no DNA podem determinar homossexualidade.

 
Uma pesquisa polêmica mostrou que a homossexualidade pode ser desencadeada por mudanças genéticas causadas por fatores externos durante a infância. Os cientistas chegaram a essa conclusão depois de descobrir que alterações ocorridas após o nascimento podem determinar se um homem é heterossexual ou gay. A constatação vem sendo considerada altamente controversa, porque sugere que alguns homens não nascem homossexuais, mas se tornam assim em função do ambiente.

Para produzir o estudo, cientistas da Universidade da Califórnia avaliaram 37 gêmeos idênticos, que nasceram com o mesmo modelo genético, numa tentativa de rastrear quais seriam os genes associados à homossexualidade. Em apenas 20% deles ambos eram gays, levando os pesquisadores a acreditar que algumas causas não são herdadas.

Após essa constatação, os estudiosos descobriram que seria possível dizer se um homem é gay ou não a partir do monitoramento de pequenas mudanças na estrutura do DNA ocorridas após o nascimento. Tais variações dizem respeito à epigenética, nome atribuído ao mecanismo pelo qual ocorrem alterações nas expressões dos genes, através da interação entre a formação genética e a exposição ambiental. Entre os fatores associados a essas mudanças estão exposição química, abusos durante a infância, alimentação, exercício e estresse.

 Robson Pires/ Ideias e Fatos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.