Seguidores

terça-feira, 20 de outubro de 2015

ACUSADOS DE MATAR A ESTUDANTE ÂNGELA KELLY E SEU TIO EM MOSSORÓ-RN PEGAM 51 ANOS DE PRISÃO

O Tribunal do Júri Popular, de Mossoró, condenou Diego Maradona Sousa Soares, de 27 anos, a 24 anos de prisão inicialmente em regime fechado, assim como Antônio Tomaz Sousa Neto, de 25 anos, a 27 anos de prisão também inicialmente em regime fechado. O dois haviam sido denunciados pelo Ministério Público Estadual por matar com um tiro no olho Ângela Kelly, Sílvio Severiano e ainda tentar contra as vidas das senhoras Antônia Filgueira e Francisca Filgueira, parentes próximas das vítimas Silvio e Ângela. O ataque aconteceu durante o aniversário da filha de Silvio Severiano, na tarde do dia 23 de junho de 2013, na Avenida Alberto Maranho, no bairro Bom Jardim. Diego e Tomaz, que são irmãos, teriam ido matar Sílvio e terminou matando a criança (Relembre AQUI!!!). Nesta segunda-feira, 19/10, o julgamento começou às 8h30, sob a presidência do juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros, no salão do Tribunal do Júri Popular no Fórum Municipal Silveira Martins, e terminou por volta das 18h0, com a leitura da sentença. Os familiares das vítimas Ângela kelly Figueira de Araújo (na época com 12 anos) e Sílvio Severiano da Silva (época com 21 anos) e Francisca Filgueira da Silva, de 45 anos, e Antônia Filgueira Cavalcante, de 62 anos, acompanharam todo o julgamento no plenário. “Quero eles condenados”, diz a mãe de Ângela Kelly durante Tribunal do Júri Familiares dos acusados também estiveram presentes. As testemunhas que afirmaram que os réus estavam em suas casas no momento que o crime aconteceu, numa tentativa de livra-los da punição judicial, serão investigadas em inquéritos policiais e posteriormente processadas. 
Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.