Seguidores

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Pai é suspeito de assassinar o próprio filho e depois se matar em Natal.

Prédio residencial fica no bairro do Tiro, na Zona Leste 
de Natal 
(Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi)

Um advogado de 36 anos é suspeito de matar o próprio filho a tiros, um garoto de 3 anos, e depois tirar a própria vida. Segundo a Polícia Militar, o caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (30) dentro de um prédio no bairro do Tirol, na Zona Leste de Natal.

Ainda de acordo com informações do 1º Batalhão da PM, os pais do menino estão em processo de separação. A mãe é quem tinha a guarda. No entanto, o pai teria ligado para a ex-mulher nesta terça (29) pedindo para que a criança passasse o dia com ele. Já por volta das 21h, a mãe ligou para o ex-marido querendo saber se ele iria ou não devolver o garoto, mas o celular do pai estava desligado.

Com o passar do tempo, a mãe ficou preocupada e acionou o plantão judiciário para pedir uma intervenção. Na ocasião, ela recebeu a informação de que um oficial de Justiça e um policial iriam ao apartamento do ex-marido dela. Às 5h desta quarta, quando a equipe chegou ao imóvel, que fica no 10º andar, encontraram a criança e o pai mortos.

O corpo da criança estava na cama do quarto com marcas de tiro no queixo. O corpo do pai foi encontrado no chão próximo a porta do quarto também com marcas de tiros.


Anderson Barbosa
Do G1 RN
Via: Ideias e Fatos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.